1995
20/08
  • Diminuir tamanho da letra
  • |
  • Aumentar tamanho da letra
  • A BATALHA DA VIDA

    Por William Soto Santiago

    20 de Agosto de 1995

    Cayey, Porto Rico

    Muito boa tarde, amados amigos e irmãos presentes. É uma bênção muito grande estar com vocês nesta tarde, através do Galaxy 7, Canal 11, y PanAmSat, e demais canais de televisão que estão transmitindo esta atividade.

    Nesta tarde desejo ler em Apocalipse 21, do versículo 6 ao 8. E diz assim:

    “E disse-me mais: Está cumprido. Eu sou o Alfa e o Ômega, o princípio e o fim. A quem quer que tiver sede, de graça lhe darei da fonte da água da vida.

    Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.”

    “A BATALHA DA VIDA.”

    Esse é nosso tema para esta ocasião.

    Sempre que Deus nos fala de uma bênção para o vencedor, encontramos que nos fala de uma pessoa que lutou, que batalhou em sua vida, e que obteve a vitória. E este é o caso aqui, onde diz: “Quem vencer (diz), herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.”

    Agora, encontramos que é o vencedor quem herdará todas as coisas; e para o qual Deus será seu Deus, e essa pessoa será Seu filho. Agora, também nos fala no capítulo 20 do Apocalipse, do versículo 4 ao 6, onde nos diz:

    “E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta, nem a sua imagem, e não receberam o sinal em suas testas nem em suas mãos; e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos.

    Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.

    Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.”

    Agora, aqui podemos ver que estas pessoas que aparecem aqui (que são as almas dos degolados por causa do testemunho de Jesus e pela Palavra de Deus), as quais não haviam recebido a marca da besta, não haviam adorado à besta nem à sua imagem, e não haviam recebido a marca em suas testas nem em suas mãos; diz que viveram – ou seja – ressuscitaram, e reinaram com Cristo por mil anos.

    Estas pessoas tiveram sua batalha no tempo em que viveram e deram suas vidas por causa do testemunho de Cristo e da Palavra de Deus; estiveram dispostas a morrer por Cristo e pela Palavra de Deus e não negaram a Cristo, nem negaram a Palavra de Deus, senão que, permaneceram fiéis a Deus é à Sua Palavra, cendo em nosso Senhor Jesus Cristo, o qual morreu na Cruz do Calvário e assim nos redimiu para Deus.

    Crendo em Jesus Cristo, e guardando Sua Palavra, estas pessoas obtiveram a vitória contra a besta e a imagem da besta; porque elas não estiveram dispostas a deixar a Cristo e Sua Palavra por causa de benefícios temporais, por causa de vantagens aqui na Terra; senão que, elas estiveram dispostas a morrer pela fé em Cristo, crendo na Palavra de Deus e sabendo que, mesmo que elas morressem, têm a promessa de uma ressurreição em um corpo eterno.

    Temos a história da Igreja do Senhor Jesus Cristo desde seu começo, onde podemos ver como foi perseguida a Igreja do Senhor Jesus Cristo, e mataram a seus apóstolos (cada um em seu tempo correspondente), assim como também haviam matado a Cristo. Encontramos como também mataram aos cristãos, sem importar se eram ou não eram apóstolos ou ministros, e assim temos, através da história da Igreja do Senhor Jesus Cristo, milhões de cristãos que morreram pela fé em Cristo e pela Palavra de Deus, e obtiveram a vitória. Essa foi a batalha deles. Como São Paulo dizia: “Pelejei a boa batalha.”

    Paulo também teve a sua batalha, assim como cada pessoa tem sua batalha – a batalha desta vida como um filho ou uma filha de Deus, crente em Deus e no Sacrifício de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Cristo não disse que a vida do cristão seria fácil. Ele disse: “Se alguém quiser vir após mim, tome sua cruz, e siga-me.” Ele também disse: “No mundo tereis aflição, mas não temam; eu venci o mundo.”

    Assim que, Ele disse a Seus filhos que teriam uma luta, uma batalha nesta Terra, enquanto estivessem vivendo nestes corpos mortais; mas que Cristo lhes daria a Vida eterna. Cristo prometeu, dizendo: “Quem vencer herdará todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.”

    Assim que, podemos ver aqui esta formosa promessa da parte de Deus, da parte de Cristo, para todos os Seus filhos; para que assim todos saibamos que, ainda que tenhamos que sofrer com Ele e por Ele aqui na Terra, depois reinaremos com Ele nesse glorioso Reino Milenial, e depois por toda a eternidade. É para aqueles que sofrem com Ele e por Ele, os quais na batalha da vida obtêm a vitória, porque não se apartam de Cristo e Sua Palavra, mesmo que lhes custe a vida, como acon-teceu em tempos passados; e como aconteceu também a nosso amado Senhor Jesus Cristo.

    A batalha da vida cristã é dura, mas Cristo está com Seus filhos – está conosco – para ajudar a cada filho de Deus para que também obtenha a vitória.

    Vejam, quando Cristo morreu, muitos pensaram que era a derrota de Cristo; e no entanto, quando Cristo morreu e depois ressuscitou, foi a vitória de Cristo a favor de todos os filhos de Deus; porque assim Ele pagou o preço da Redenção. Lá Ele levou nossos pecados e morreu por eles, para que nós não tenhamos que morrer por nossos pecados; porque Ele já morreu por eles, e nos limpou de nossos pecados com Seu Sangue precioso.

    Agora vejam a vitória tão grande que Ele obteve lá. O que aparentemente era uma derrota para nosso Senhor Jesus Cristo. Assim também a morte de tantos cristãos no passado pareceu como uma derrota para o cristianismo; mas não, era uma vitória para cada pessoa que deu sua vida por Cristo; era uma vitória para a Igreja do Senhor Jesus Cristo. E na ressurreição dos mortos em Cristo veremos que se levantarão em corpos eternos, vitoriosos, porque eles deram suas vidas por Cristo; pois Cristo primeiro deu a dele por todos nós.

    Agora, em cada Era Deus enviou Seu Espírito – Seu anjo mensageiro de cada Era – no qual esteve o Espírito de Deus ensinando Sua Igreja (a cada membro do Corpo Místico de Cristo) a Mensagem correspondente a seu tempo, baseado na Primeira Vinda de Cristo como Cordeiro de Deus, tirando o pecado do mundo. E em torno da Primeira Vinda de Cristo e Sua Obra de Redenção girou a Mensagem da Dispensação da Graça; e girou cada mensageiro em seu ministério durante as sete etapas ou Eras da Igreja gentia. E encontramos que milhões de seres humanos receberam o conhecimento da Primeira Vinda de Cristo através da pregação do Evangelho da Graça, o qual foi motivo de Salvação para milhões de seres humanos.

    Hoje, no fim do tempo, fim do século e fim do mundo, encontramos que chegamos à parte mais importante, mais gloriosa do Programa Divino: chegamos à Era da Pedra Angular, que é uma Era eterna, onde o Espírito de Deus vem à Sua Igreja em Sua Obra prometida para o fim do tempo. É a Era onde Cristo muda de Cordeiro a Leão da Tribo de Judá, a Rei dos Reis e Senhor dos Senhores em Sua Obra de Reclamação.

    É a Era onde Cristo se revela à Sua Igreja através do ministério final assinalado na Escritura como “o Ministério das Duas Oliveiras”: o ministério de Moisés pela segunda vez (que é um ministério dispensacional, para a Dispensação do Reino, assim como foi para a Dispensação da Lei) e o ministério de Elias pela quinta vez, para bênção da Igreja do Senhor Jesus Cristo.

    Através desses ministérios manifestados no Anjo do Senhor Jesus Cristo é que Cristo estará se revelando em Sua e à Sua Igreja gentia; e depois se revelará ao povo hebreu como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores em Sua Obra de Reclamação, para Cristo se sentar no Trono de Davi e reinar por mil anos, e depois, por toda a eternidade.

    É o Ministério de Moisés e Elias o que Cristo usa para Sua revelação final, para que assim todos conheçam a Jesus Cristo, nosso Salvador, não somente como Cordeiro de Deus em Sua Obra de Redenção na Cruz do Calvário, mas também, que O conheçam como o Leão da Tribo de Judá, como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores em Sua Obra de Reclamação; e conheçam assim todos os pormenores do Programa Divino correspondente à Vinda de Cristo como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores no Último Dia.

    Este mistério que, por milhares de anos tem estado oculto da raça humana (ainda que foi profetizado por meio dos santos profetas de Deus e apóstolos de Cristo no Novo Testamento), encontramos que não podia ser entendido nas Eras passadas, porque é um mistério que seria aberto no Último Dia, no fim do tempo, para assim Cristo revelá-lo à Sua Igreja na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino; para que assim esse mistério tão grande fique explicado e entendido em forma tão simples que até as crianças possam compreendê-lo; e assim recebam a fé para serem transformados e raptados todos os escolhidos de Deus: a Igreja do Senhor Jesus Cristo no Último Dia.

    Porque a fé para sermos transformados e raptados está baseada na Vinda de Cristo como Leão da Tribo de Judá, como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores em Sua Obra de Reclamação. E, por causa da revelação de Cristo no Último Dia, virá um aperto, uma perseguição, contra a Igreja do Senhor Jesus Cristo que estará crendo no mistério da Segunda Vinda de Cristo como Leão da Tribo de Judá, como Rei dos Reis e Senhor dos Senhores em Sua Obra de Reclamação.

    Mas, no meio desse aperto, a ressurreição dos mortos se fará manifesta, e a transformação dos que vivemos também será feita uma realidade. E depois de passarmos de 30 a 40 dias já transformados, e os mortos em Cristo ressuscitados, nos iremos daqui desta dimensão; porque os juízos divinos hão de cair sobre este planeta Terra. Mas antes, seremos transformados, e os mortos em Cristo serão ressuscitados; porque não somos filhos de ira, mas de Salvação. E, por esta causa, antes de derramar o juízo divino sobre esta Terra, nosso Senhor Jesus Cristo levará Sua Igreja; a raptará. E, para raptá-la, tem que transformar os corpos dos que estejam vivos e ressuscitar aos mortos em Cristo em corpos eternos, incorruptíveis.

    Agora, vendo todo este Programa Divino que corresponde ao Último Dia no qual estamos vivendo, não nos resta outra coisa a não ser: ser fiéis a Cristo sempre, mesmo que nossa vida esteja em perigo; pois esta vida terrena é temporal. Mas Cristo diz: “Quem perder sua vida por minha causa e do Evangelho (ou seja: de minha Palavra), a ganhará.” Porque ganhará a Vida eterna. O que perde é a vida temporal (caso tenha que perdê-la), mas ganha a que é eterna, em um corpo eterno.

    “E quem ganhar a sua vida, perdê-la-á.” Ou seja, quem crer que a ganhou, apartando-se de Cristo e evitando assim as perseguições que lhe possam vir (que pode ser inclusive a morte da pessoa), a pessoa que creia que escapando dessas perseguições e do risco de perder sua vida por Cristo, a ganhará, não a ganhará. O que fez foi que perdeu sua Vida eterna; ainda que aparentemente evitou morrer ou ser perseguida por causa de Cristo nesta Terra.

    E o que fez? Teve medo e se apartou de Cristo; apartou-se da batalha da vida cristã, por causa de que para ela significava a perda de privilégios temporais, de riquezas temporais também em algumas ocasiões; de comodidades temporais e de coisas temporais aqui da Terra.

    Mas, os que fazem como fez Moisés, que preferiu os sofrimentos de Cristo, lá no meio do povo hebreu; sofrer lá com eles; ali ganhou a Vida eterna. E depois o encontramos no Monte da Transfiguração com nosso amado Senhor Jesus Cristo.

    Moisés preferiu os sofrimentos de Cristo no meio do povo hebreu e com o povo hebreu (que estava sendo escravizado) do que gozar de comodidades e de riquezas temporais lá no reino e trono do Faraó, onde tinha dinheiro em abundância, comodidades em abundância, propriedades em abundância, e todas as facilidades que lhe proporcionava o império egípcio. Mas ele preferiu perder tudo isso e ganhar a Deus, a Cristo; porque assim estava ganhando a Vida eterna.

    Porque é para o vencedor que Deus prometeu lhe dar todas as coisas. “Quem vencer, herdará todas as coisas, e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.” Agora, podemos ver aqui que quando se fala de um vencedor, se fala de uma pessoa que passa por diferentes problemas, dificuldades, lutas, batalhas em sua vida. Mas que, por causa de Cristo em seu coração, ela não se aparta do caminho de Deus, ela não se aparta do caminho de Cristo, que é o caminho à Vida eterna; e ainda, está disposta a morrer e perder a vida temporal para ganhar a Vida eterna.

    “A BATALHA DA VIDA.”

    Essa batalha é para cada um dos crentes em Cristo do passado e também no presente. É para cada um de vocês e para mim também. Mas lutemos para vencer. Porque quem vencer herdará todas as coisas. É necessário vencer. É necessário permanecer em pé, lutando a batalha da vida cristã, com Cristo a nosso lado. “De que vale ao homem ganhar o mundo inteiro, e ao final perde sua vida, sua alma?” De nada lhe serviu tudo o que obteve aqui na Terra. Assim que, vivamos neste planeta Terra conscientes de que esta vida terrena neste corpo mortal é temporal; e, que o que precisamos fazer é obter a vitória na batalha da vida, sempre servindo a Cristo e Sua Palavra; e assim tenha-mos a promessa e a esperança de herdar a Vida eterna com Cristo, e viver em Seu glorioso Reino para toda a eternidade.

    Vivamos nessa luta, a qual ninguém pode evitar. Mas vivamos lutando para vencer, com a meta posta em Cristo; com a meta posta em Cristo e Seu Programa de Vida eterna para cada um de vocês e para mim também; sem que ninguém se aparte de Cristo, porque quem se aparta perde todas as bênçãos de Deus.

    A batalha da vida para todo filho de Deus é uma realidade; a vive em sua própria mente. Vejam os apóstolos de Cristo: todos morreram por causa de servirem a Cristo; morreram como mártires; exceto o apóstolo João, o qual trataram de matar em diferentes ocasiões, mas não puderam; e morreu de morte natural anos depois de receber a revelação apocalíptica do Senhor Jesus Cristo através de Seu Anjo Mensageiro.

    Agora, vendo que o livro do Apocalipse é a profecia das coisas que aconteceriam neste planeta Terra, e que seriam vividas em carne humana de Era em Era, até chegar a este tempo final. Já há muitas das coisas profetizadas no livro do Apocalipse que foram cumpridas nas Eras passadas; e restam outras que têm que ser cumpridas neste tempo, na Era que nos tocou viver.

    E nós sempre temos que ser valentes para seguir em frente no Caminho de Deus, o Caminho à Vida Eterna, que é nosso Senhor Jesus Cristo no fim do tempo e Último Dia, na Era da Pedra Angular e Dispensação do Reino, onde os seres humanos serão cheios do conhecimento da glória do Senhor como as águas cobrem o mar, como diz o profeta Isaías no capítulo 11, versículo 9, e o capítulo 2, versículo 14, do profeta Habacuque.

    Nós estamos vivendo no tempo em que a glória de Deus, a glória de Jesus Cristo foi prometida para ser manifestada em Sua Igreja. E, do conhecimento dessa manifestação da glória de Deus em Sua Igreja, é que será cheia toda a Terra durante o reino Milenial. Mas esse conhecimento começa a encher os filhos de Deus neste tempo final no qual nós estamos vivendo, para que assim a batalha da vida que nos toca ter nesta Terra, a tenhamos tendo conhecimento pleno do Programa de Deus que está sendo realizado neste tempo.

    E também conhecendo o Programa que se realizou nas sete etapas ou Eras da Igreja gentia, para que assim não tenhamos medo da batalha da vida na qual cada um de nós tem que estar nesta Terra.

    Não tenham medo, senão, sejam valentes! Porque Cristo está conosco! E será Ele quem nos dará a vitória na batalha da vida. Quando tenham problemas, orem a Deus; quando faltem a Deus, quando alguém pecar, não se aparte do caminho de Deus; senão, peça misericórdia a Cristo, o qual lhe perdoará, e poderá seguir em frente no caminho da vida, na batalha da vida na qual nós estamos neste tempo final.

    Houve, há e haverá lutas grandes para todos os filhos de Deus na batalha da vida. Aí é onde nossa fé é provada. Porque algumas pessoas querem servir a Deus e dizem que amam a Deus quando as coisas estão boas, mas quando há problemas, quando há lutas, quando há perseguições, significando que a pessoa está em risco de sua vida terrena se continuar servindo a Cristo, aí é onde nossa fé é provada; e onde quem tem a Cristo e Sua Palavra aí em sua alma permanece firme, parado sobre a Rocha, que é Cristo; a Rocha, que é a revelação de Jesus Cristo para a Era e Dispensação que lhe tocou viver.

    É necessário que estejamos firmes, como o homem que edificou sua casa sobre a rocha, que vieram ventos, vieram chuvas, vieram tempestades sobre aquela casa, e permaneceu; porém, o que edificou sua casa sobre a areia, quando veio a chuva, o vento e o rio, fizeram daquela casa uma grande ruína.

    Permaneçamos firmes em Cristo e Sua revelação correspondente a nosso tempo, e assim obteremos a vitória do Amor Divino na batalha da vida. Nós não podemos evitar a batalha da vida neste tempo, como tampouco puderam evitá-la os filhos de Deus em Eras e Dispensações passadas.

    Assim que, não é uma coisa nova o que acontece aos filhos de Deus no Último Dia, de que lhes venham provas ou perseguições; isso também já aconteceu com todos os filhos de Deus de Eras e Dispensações passadas. Uma coisa sim podemos dizer, e é que: temos tido bem menos problemas e perseguições que as que teve a Igreja do Senhor Jesus Cristo em seu começo.

    Agora, sendo que estamos no final da trajetória para a Terra Prometida na batalha da vida, podemos dar graças a Deus pela Era e Dispensação na qual Ele nos colocou, e onde nós trabalhamos com e por Amor Divino a Cristo, nos diferentes trabalhos que se realizam no Corpo Místico do Senhor Jesus Cristo.

    Há muito trabalho, onde cada filho de Deus pode fazer tesouros no Céu à medida em que trabalhe nas diferentes formas disponíveis para realizar a Obra Divina correspondente a este tempo final.

    Assim que, irmãos em Cristo, e amigos: adiante! Lutando, batalhando, para obter a vitória no Amor Divino, a vitória na batalha da vida. Todos temos esta batalha. E a Igreja do Senhor Jesus Cristo como Corpo Místico também a tem; e, conforme as profecias, virá uma etapa em que se intensificará a batalha, o aperto; mas a promessa é que obteremos a vitória no Amor Divino; e a recompensa é: “Quem vencer herdará todas as coisas.” Uma herança de todas as coisas que Deus criou, e, sobretudo, a Vida eterna.

    Assim que, vale a pena estar nessa batalha da vida para obter a vitória e herdar todas as coisas, e reinar com Cristo mil anos, e depois, por toda a eternidade. Porque se sofremos com Ele, reinaremos com Ele; se não sofremos com Ele, não reinaremos com Ele. Cristo deixou uma medida de sofrimento para Sua Igreja para cada Era e para cada etapa pela qual passa a Igreja do Senhor Jesus Cristo. E agora nos tocou passar pela etapa final, a etapa do Último Dia. Mas podemos dizer: Continuaremos nessa batalha da vida até obtermos a vitória total no Amor Divino, sendo transformados e depois raptados!

    A vitória está prometida para cada um de nós; a vitória está prometida para a Igreja do Senhor Jesus Cristo. Assim como Ele venceu e se levantou dentre os mortos e subiu ao Céu, assim também se levantarão dentre os mortos, os mortos em Cristo em corpos eternos. E nós que vivemos seremos transformados. E depois seremos raptados, arrebatados com Cristo no ar, para ir à Ceia das Bodas do Cordeiro. Assim como Cristo ressuscitou, e depois de 40 dias subiu ao Céu e se sentou no Trono de Deus no Céu (sentou-se com o Pai em Seu Trono). E agora, nós nos sentaremos com Cristo em Seu Trono lá na terra de Israel, no Trono de Davi, e estaremos como Seu Gabinete nesse glorioso Reino Milenial.

    Assim que, grandes são as bênçãos que Deus tem para os vencedores na batalha da vida.

    Nunca se desanime! Há muitas coisas que podem desanimar às pessoas, porém, vocês nunca se desanimem! Não busque nem ache tropeço em nada no Programa Divino. E, se algum irmão comete algum erro, alguma falta ou algum pecado, clame a Deus por ele, e não o critique, senão, ore por ele para que Deus tenha misericórdia de seu irmão e o ajude e o restaure no Programa de Deus. E assim, ajudando-nos uns aos outros com Amor Divino, e trabalhando na Obra de Deus, onde estamos fazendo tesouros no Céu. Porque quem trabalha na Obra de Deus é isso que está fazendo: tesouros no Reino de Deus.

    Trabalhemos em todas as coisas que estão sendo realizadas na Obra de Deus em nossa Era e em nossa Dispensação. Há muito trabalho, há muito labor para ser realizado, levando a Palavra, a Mensagem, a todas as pessoas que vivem nesta Terra, começando pela América Latina e o Caribe, sem desmaiar, sem nos apartar do Programa de Deus.

    Estamos vivendo um tempo muito importante onde há muita confusão no meio da raça humana.

    E agora, nestes dias, à medida que a ciência tem aperfeiçoado seus equipamentos, seus telescópios, suas naves espaciais, e seus satélites e seus foguetes onde têm enviado telescópios e equipamentos que obtêm informação dos diferentes planetas e galáxias, agora à medida que a ciência tem avançado nessas coisas, encontramos que se surpreende das coisas que está descobrindo; e tudo é maior do que eles imaginavam, porém, numa forma mais simples do que eles pensavam. E dizem que se fossem (essas coisas que eles estão descobrindo, as quais simplificam tudo e são simples), se essas coisas fos-sem conhecidas por pessoas que não tivessem a preparação que eles têm, seria mais fácil para entendê-las; porque ele têm muito conhecimento que obtiveram, o qual têm que modificar, o qual têm que arrumar, porque em muitos casos estão muito atrasados e equivocados em algumas ideias ou teorias que tinham.

    Estive lendo, e dizem que não se sabe se terão que arrumar ou modificar, inclusive, a Teoria da grande explosão que houve para o princípio. Dizem que com as coisas que estão descobrindo – a base ou o fundamento que a astronomia tem (a ciência que estuda os astros), diz que esse fundamento pode ser modificado ou arrumado, porque com o que estão descobrindo, pode ir pro chão todo esse fundamento que eles tinham. Inclusive a Teoria do Big-Bang ou Grande-Explosão que houve para o começo da Criação.

    Agora, para os filhos de Deus isto não é nenhum problema, porque os filhos de Deus estão neste planeta Terra para apren-der de Deus tudo o que Ele quer nos dar a conhecer; porque a Escritura diz: “E todos serão ensinados por Deus.” Ele ensinou a Seus filhos em cada etapa, em cada Era e em cada Dispensação através do mensageiro que enviou para cada Era ou para cada Dispensação. Pois foi o Espírito de Deus em cada mensageiro.

    E assim é para o Último Dia no Mensageiro que vem em Apocalipse, capítulo 7, com o Selo do Deus vivo, que é o Anjo do Senhor Jesus Cristo com o Espírito Santo no fim do tempo, dando testemunho destas coisas que devem acontecer em breve; dá testemunho de todas as coisas que devem acontecer depois das que já aconteceram no pasado.

    Temos visto que este livro do Apocalipse contém todas as coisas que devem acontecer. As que tinham que acontecer nas sete etapas ou Eras da Igreja gentia estão aí, no livro do Apocalipse, nesses símbolos apocalípticos, para serem revelados à Igreja do Senhor Jesus Cristo no tempo final, como foi dado a conhecer. E as coisas que hão de ser depois das que já aconte-ceram nas Eras passadas são dadas a conhecer por meio do Anjo do Senhor Jesus Cristo à Igreja do Senhor Jesus Cristo primeiramente, e depois, ao povo hebreu. E isto nos dá fé e fortaleza e esperança para lutarmos na batalha da vida e obter a vitória, para assim receber em breve nossa transformação.

    E quando isso ocorra, acabaram-se os problemas da vida terrena; acabaram-se todos os problemas que tínhamos nestes corpos mortais. Porque já, no outro corpo, os problemas que são difíceis na atualidade, lá não serão nenhum problema; porque não haverá limitações quanto ao Poder de Deus que estará manifestado em Seus filhos; e quanto às demais coisas que na atualidade se tornam problemáticas para nós por causa de nos-sas limitações.

    Mas vem um momento em que todos esses problemas terminarão: quando termine nossa vida no corpo terreno, mortal e corruptível. No novo corpo tudo terá terminado, e estaremos em uma posição superior, e celestial, para assim obtermos toda a Herança Divina. Porque: “Quem vencer herdará todas as coisas, e eu serei Seu Deus, e ele será meu filho.” Diz Deus aqui em Apocalipse, capítuo 21, versículo 7.

    Temos visto que estamos vivendo no Último Dia, e que, antes que nós – ou – antes de nós houveram muitos filhos de Deus que sofreram muito aqui na Terra, mas que estiveram dispostos até mesmo a morrer por Cristo e perder a vida temporal; mas ganhar uma vida melhor, que é a Vida eterna em um corpo eterno. Assim eles obtiveram a vitória na Era e Dispensação que lhes tocou viver. E agora nos toca a todos nós viver e batalhar, lutar na batalha da vida, e obter assim a vitória no Amor Divino.

    Vivamos conscientes desta realidade; vivamos para obter a vitória; porque para isso é que Deus nos elegeu e nos predestinou desde antes da fundação do mundo.

    O Senhor Deus Todo-Poderoso disse ao profeta e sucessor de Moisés (Josué) umas palavras que são muito saudáveis para todos nós; são um remédio para todos nós. Deus disse a Josué no capítulo 1, do versículo 1 em diante, do livro de Josué:

    “E SUCEDEU depois da morte de Moisés, servo do SENHOR, que o SENHOR falou a Josué, filho de Num, servo de Moisés, dizendo:

    Moisés, meu servo, é morto; levanta-te, pois, agora, passa este Jordão, tu e todo este povo, à terra que eu dou aos filhos de Israel.

    Todo o lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado, como eu disse a Moisés.

    Desde o deserto e do Líbano, até ao grande rio, o rio Eufrates, toda a terra dos heteus, e até o grande mar para o poente do sol, será o vosso termo.

    Ninguém te poderá resistir, todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei nem te desampararei.

    Esforça-te, e sejas valente...”

    Agora, quando Deus diz: “esforça-te e sejas valente” é por-que ia ter muitas lutas, muitos problemas, muitas guerras; mas tinha que ser um homem esforçado, e ser valente para, na batalha da vida, obter a vitória.

    Diz:

    “Esforça-te, e sejas valente; porque tu farás a este povo herdar a terra que jurei a seus pais lhes daria.

    Tão-somente esforça-te e sejas valente, para teres o cuidado de fazer conforme a toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que prudentemente te conduzas por onde quer que andares.

    Não se aparte da tua boca o livro desta lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e serás bem sucedido.

    Não to mandei eu? Esforça-te, e sejas valente; não temas, nem te espantes; porque o SENHOR teu Deus é contigo, por onde quer que andares.”

    E assim é para cada um de nós neste tempo final: Esforça-te e sejas valente! Não tenham medo! Porque o Senhor Jesus Cristo irá conosco por onde quer que nós formos. Irá conosco em todo trabalho que estejamos realizando neste Último Dia. Irá conosco em todas as atividades, irá conosco em todas as reuniões que temos, como esta aqui, e nos demais países. Irá e estará sempre conosco, em todo o Programa Divino que está sendo realizado na Igreja do Senhor Jesus Cristo na etapa do Lugar Santíssimo desse Templo Espiritual ou Era da Pedra Angular, na Dispensação do Reino.

    Ele passou de Era em Era e de Dispensação em Dispensação até chegar à nossa Era e nossa Dispensação. Ele está conosco! Portanto, esforça-te e sejas valente! Não temas, nem desmaies, porque Jeová, nosso Deus (que é o Senhor Jesus Cristo) está conosco, para nos dar a vitória.

    Estejamos conscientes desta realidade na batalha da vida que estamos tendo neste Último Dia. Não tenham medo, nem tampouco desmaiem.

    Conforte-se o vosso coração, porque Ele está conosco neste Último Dia. Ele disse: “Eu estarei convosco todos os dias, até o fim do mundo.”

    Assim que, é motivo para ter ânimo, para ter valor e fé na batalha da vida, para obtermos a vitória.

    Que as bênçãos de Jesus Cristo, o Anjo do Pacto, sejam com cada um de vocês e comigo também, e se materializem em cada um de vocês e em mim também. E que em breve todos sejamos transformados, conforme a promessa de Jesus Cristo.

    Que Deus continue abençoando a todos. Que Deus lhes guarde. E deixo conosco novamente a Félix Caro para continu-ar e finalizar nesta tarde nossa parte nesta atividade. Que Deus lhes abençoe. E que todos passem uma boa tarde.

    “A BATALHA DA VIDA.”

    Esta Conferência foi traduzida originalmente do espanhol pela Associação Evangelística “A LUZ DO NOVO DIA” – Campo Largo, Paraná, Brasil.