Leituras Online  

A DEDICAÇÃO DO TEMPLO

0 Comentáros
103
09 Abr 2020

“A DEDICAÇÃO DO TEMPLO”

Dr. William Soto Santiago

25 de Dezembro de 1977

Cayey, Porto Rico

Oremos a Deus:

Deus Eterno, venho aqui diante de Tua Presença, juntamente com este Novo Templo que Tu dissestes que levantarias neste tempo final.

Senhor, olha a cada um de nós aqui, e através dos diferentes países, os quais estão na Mensagem da Era da Pedra Angular. Olha-nos a cada um, Senhor; e deixa-nos saber como Tu nos vês, Senhor. Desejamos saber como Tu nos vês; desejamos saber se ainda resta algo fora de lugar em nossas vidas; e desejamos, Senhor, que Tu nos ajudes, nos repreendas no coração, para que isso que esteja mal, saia daí. Porque sabemos que somos o Novo Templo que esteve sendo construído; e esta é a parte final do Novo Templo.

Portanto, Senhor, olha para nós! Olha-nos com Teus olhos amorosos, Senhor! E se falta algo, Senhor, por ser finalizado em nossas vidas, eu Te rogo que nos ajudes para que seja finalizado em breve.

Rogo-Te, Senhor, que apresses Tua Obra em nossas vidas. Apressa Tua Palavra, Senhor, em nossos corações, para pô-la por obra; para que faça aquilo para o qual Tu a enviaste.

Queremos, Senhor, ser agradáveis antes Teus olhos.

Senhor, queremos que Tu nos olhes e, no momento que Tu vires que estamos prontos, Tu entres, Senhor, a Teu Novo Templo, em toda Tua plenitude, em cada um de Teus escolhidos.

E então, Senhor, que Tua Glória seja manifestada em nós, e seja vista pelos habitantes desta Terra, e todos saibam qual é Teu Novo Templo, e sejam libertados aqueles que ainda não foram apagados do Livro da Vida. Ainda que sejam virgens fátuas, ou, ainda que sejam dos 144 mil; que também sejam libertados ao verem Tua Glória manifestada em Teu Novo Templo.

Senhor, Deus Eterno, a única coisa que posso te apresentar é o que Tu puseste em minhas mãos: ESTE POVO, ESTE NOVO TEMPLO que Tu estiveste construindo com a Mensagem que o quarto Elias trouxe.

Agora, Senhor, Deus Eterno, eu não sei mais o que fazer, não sei mais o que dizer, não sei mais o que possamos fazer. Senhor, Deus Eterno, olha este Novo Templo, como veio sendo construído. Veio sendo construído com o Material que o quarto Elias deixou; assim como Davi deixou o material a seu filho Salomão.

Agora, Senhor, com tudo o que foi deixado, com tudo o que meu amado irmão Branham deixou em suas mensagens pregadas, eu fiz tudo o que foi feito, tudo o que preguei a este povo, Senhor, foi aquilo que foi deixado pelo irmão Branham para que fosse usado nesta hora.

Senhor, eu não encontro outra coisa para usar. Algumas vezes penso que já se acabou o material. Senhor, se já se acabou, pois então a Obra foi consumada. Então não sei que outra coisa fazer; não sei que outra coisa pregar, Senhor.

Senhor, o que já foi feito, e o povo que já ouviu Tua Palavra, eu os encomendo em Tuas mãos.

Senhor, olha para este povo! Senhor, olha para essa Obra: para esse Novo Templo que esteve sendo construído!

Se Tu vires que o trabalho chegou à perfeição, então, Senhor, rogo-Te que Tu venhas a esse Novo Templo e habites nele. Acaso falte algo, pois, Senhor, deixa-nos ver, para terminar de fazê-lo nesta hora.

Senhor, Deus Eterno, aqui está esse Novo Templo! Essa Nova Jerusalém! Essa última parte que faltava por ser terminada. O que faltava no Trono.  E então, estamos nessa Era do Trono que esteve sendo construída, Senhor.

Senhor, Tu sabes quando terá terminado a construção dessa parte do Templo. Tu sabes quando terá sido terminada a construção do Trono.

Senhor, eu Te rogo neste dia, que: assim que Tu vires que tudo tenha terminado, Tu venhas e habites em Teu Trono; Te assentes sobre Teu Trono: o grupo de escolhidos desta Era da Pedra Angular, Senhor, de modo que cada um de nós seja a Palavra encarnada em toda a plenitude.

Senhor, em Tuas mãos me encomendo juntamente com este grupo de irmãos que estão aqui presentes neste dia, e os que estão em diferentes países, crendo firmemente, e sendo unificados na Era da Pedra Angular.

Deus Eterno, eis que aqui estamos diante de Tua Presença. Faça conforme a Teu Plano para conosco, Senhor, e cumpra o que Tu prometeste. Se a nossa parte foi feita, esperamos ver a outra parte – a Tua – manifestada entre nós, Senhor.

Oh! Deus Eterno! Em Tuas mãos nos encomendamos neste dia.

Encomendo e dedico a Ti este Novo Templo neste dia, no Nome do Filho de Davi!

Oh! Deus Eterno! Nossas almas Te louvam e Te glorificam nesta manhã!

Glória a Teu Nome, Eterno Deus! Santo é Teu Nome para sempre, Senhor! Bendito é Teu Nome para sempre, Deus Eterno! Te louvamos e Te glorificamos neste dia!

Se chegamos, Senhor, à perfeição, permitas então que os que estão na Sexta Dimensão venham para cá e se encontrem conosco, Deus Eterno. Que seja rompida a barreira que nos separa deles.

Oh! Deus Eterno! Em Tuas mãos estamos. Em Tuas mãos estamos, oh, Deus!

Agora, oh, Deus Eterno, obrigado por Tuas bênçãos em todos esses anos que Tu nos estiveste guiando. Obrigado por Teus modos utilizados para nos guiar até onde estamos. Agora entendemos que Teus modos são perfeitos e que são imutáveis; e que quando Tu operas, operas da mesma maneira que operaste em outros tempos; e ninguém pode mudar essa maneira. Te vimos operando dessa maneira, inclusive neste tempo em que estamos.

Agora, Senhor, damos-Te graças, e Te pedimos perdão por nossos erros, por nossos pecados que cometemos através da trajetória até chegarmos aqui, Senhor. Perdoa-nos! Reconhecemos que fomos culpados; reconhecemos que fomos rebeldes a Teu Plano, o qual era para nossa bênção. Reconhecemos que Teu Plano é perfeito; e nós não o entendíamos.

Reconhecemos, Senhor, que estivemos atrasando Teus Planos, porém, Senhor, nesta hora nos rendemos a Ti, e Te dizemos: Oh! Deus! Cumpra-se em nós conforme a Tua Vontade! Não seja como nós queiramos, mas como Tu queiras! Que seja feito assim! Esse é nosso desejo.

Oh! Deus Eterno! Em Tuas mãos estamos. Não temos mais palavras para falar Contigo, oh, Deus! Porém, Tu entendes nosso sentir. Tu entendes o que há em nosso coração. Tu entendes o desejo do nosso coração, Senhor. E sabemos, Senhor, que fomos nós que falhamos a Ti em todos os tempos passados. Porém, Tuas promessas nunca falharam e nunca falharão.

Senhor, ajuda-nos! Precisamos de Tua ajuda, Senhor! Sabemos e reconhecemos que se Tu não nos ajudares, pereceremos! Portanto, ajuda-nos, Senhor, nesta hora onde necessitamos realmente de ajuda! Senhor, em Tuas mãos nos encomendamos. Guia-nos em tudo, Senhor.

Tu sabes que desejamos a transformação de nossos corpos, a qual Tu nos prometeste. Tu sabes que desejamos ser trasladados daqui. E desejamos isso porque Tu nos prometeste. E ainda, se Tu não o tivesse prometido, também teríamos desejado ser trasladados daqui. Porém, nosso desejo é um desejo baseado em Tua Palavra. Portanto, não é difícil pedir por uma promessa que Tu nos fizeste.

Pedimos-Te, Senhor, o cumprimento de Tua promessa para nós.

Senhor, tenha misericórdia de nós, e transforma-nos! Transforma-nos, Senhor!

Estamos em Tuas mãos. Transforma-nos, Senhor! Transforma nossos corpos! Redime nossos corpos, oh, Deus! Não há outra coisa que possamos desejar.

Nestes corpos terrenos cometemos erros diariamente, mas no corpo transformado sabemos que não haverá pecado; não haverá lugar para cometermos erros. E desejamos não ser falhos a Ti, oh, Deus! Portanto, Senhor, desejamos ser transformados e tirados desta dimensão. Desejamos, amamos e pedimos Tuas promessas, oh, Deus! Oh! Deus! O que mais poderíamos dizer? O que mais poderíamos desejar? Não há outra coisa que possamos desejar nesta hora.

Senhor, Tu disseste que concederás o desejo de nosso coração. Esse é o desejo de nosso coração! Conceder esse desejo (transformar-nos) depende de Ti, Senhor. Oh! Deus! Pedimos-Te que ordenes que essas luzes misteriosas (que são nossos corpos teofânicos) recebam a ordem de Tua parte de vir a estes nossos corpos terrenos. Se nós pudéssemos fazer isso, Senhor, Tu sabes que o faríamos. Mas não somos nós que buscaremos essas luzes. Serão elas! Serão esses corpos teofânicos que nos buscarão para nos transformar.

Senhor, que seja logo! Oh, Deus! Não queremos mais estar aqui nestes corpos terrenos. Queremos estar no outro corpo: no corpo glorificado.

Senhor, Tu sabes que seguiremos trabalhando em Tua Obra. Porém, já sem limites, poderemos fazer um labor melhor; poderemos trabalhar e fazer tudo o que deve ser feito.

Senhor, em Tuas mãos estamos. E no Nome do Filho de Davi, Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, eu Te rogo tudo, oh, Deus Eterno! Amém. Amém.

0.0
Última Modificação: quinta 09 abril 2020 21:10
william soto santiago william soto

Sem comentários ainda...

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado, fique tranquilo.